20 museus para curtir com os netos sem pagar nada

O Museu da Imigração, em São Paulo, tem passeio de Maria-Fumaça - a interatividade também está presente em vários outros museus

Por Denilson Oliveira

● ●  Muitas dicas de arte e cultura em São Paulo e Rio de Janeiro

Levar os netos para passear e apresentar a eles o universo das artes e da cultura. Seja nas férias, num feriadão ou mesmo fora de época, uma boa pedida é reunir a criançada para visitar museus.

As cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro contam com diversas instituições que são um convite para soltar a imaginação e aguçar a curiosidade.

O portal avŏsidade reuniu uma série de museus ideais para se conhecer com os pequenos. E o melhor: todos têm entrada gratuita pelo menos uma vez por semana. Confira!

São Paulo museus

Masp

Projetado por Lina Bo Bardi (1914-1992), os atrativos do Masp (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) começam do lado de fora, no vão-livre, que abriga shows e uma feira de antiguidades (aos domingos, gratuita). Para visitar o acervo, com obras de Monet e Van Gogh e mostras temporárias, os horários mais tranquilos são das 12h às 14h e das 16h às 18h. Av. Paulista, 1.578, Bela Vista. Ter., qua. e sex. a dom.: 10h às 17h30. Qui.: 10h às 19h30. Livre. Ingresso: R$ 30. Terça: grátis.

Museus

Seção Vida do Espaço Catavento Cultural

Catavento Cultural

Neste museu interativo, com 240 instalações sobre ciência e tecnologia, o objetivo é mesclar conhecimento e diversão. As atrações são divididas em quatro seções: universo, vida, engenho e sociedade.  Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/nº, Brás. Ter. a dom.: 9h às 17h. Ingresso: R$ 6. Sábados: grátis.

Pinacoteca do Estado 

O museu mais antigo de São Paulo tem como foco a arte contemporânea. Fundado em 1905, abriga no acervo obras de Almeida Júnior, Pedro Alexandrino e Antonio Parreiras. Os horários de menor movimento aos sábados são das 10h às 12h e das 16h às 18h. Pça. da Luz, 2, Bom Retiro. Seg. e qua. a dom.: 10h às 17h30. Ingresso: R$ 6. Menores de 10 anos, maiores de 60 anos e sábados: grátis.

Museu da Imigração

O casarão funcionou como a Hospedaria do Brás, de 1887 a 1978, e recebeu cerca de 2,5 milhões de imigrantes. Além da exposição de longa duração “Migrar – Experiências, Memórias e Identidades”, os visitantes podem apreciar ambientes como o jardim e a biblioteca. R. Visc. de Parnaíba, 1.316, Mooca. Ter. a sáb.: 9h às 17h. Dom.: 10h às 17h. Livre. Ingresso: R$ 10. Biblioteca, jardim e sábados: grátis.

Museu Afro Brasil 

O museu tem um acervo de mais de 6.000 peças, entre objetos, pinturas e fotografias, muito focado na arte popular. Os seis núcleos englobam temas como escravidão, religiosidade e memória. Também recebe exposições temporárias.  Evite o horário do almoço, quando o movimento é intenso. Av. Pedro Álvares Cabral, s/ nº, portão 10, Parque do Ibirapuera. Ter. a dom.: 10h às 17h. Livre. Ingresso: R$ 6. Sábado: grátis.

Museu de Arte Sacra 

No museu, que ocupa parte do antigo Mosteiro da Luz, estão imagens de santos produzidas entre os séculos 16 e 20 no Brasil e na Europa, além de quadros, pratarias e mobiliários usados nas missas ao longo dos séculos. Em um espaço anexo, há uma exposição com presépios de vários países do mundo. Do lado de fora, há réplicas em tamanho real das estátuas dos profetas criados por Aleijadinho. Na capela, vale apreciar a riqueza de detalhes do altar-mor, cuja estrutura forma uma espécie de escadaria com contornos de ouro. Atualmente está em cartaz amostra “Barro Com Fé”. Av. Tiradentes, 676, Luz. Ter. a dom.: 9h às 17h. Livre. Ingresso: R$ 6. Menores de 7, maiores de 60 anos e sábado: grátis.

Museu do Futebol 

O museu entrelaça a evolução do futebol com a história do país. Para isso, conta com atrações interativas, como o simulador de pênaltis, vídeos de depoimentos de jogadores e jornalistas, e narração de gols históricos. Também há programação especial para crianças. Estádio do Pacaembu – Pça. Charles Miller, s/ nº, Pacaembu. Ter. a sex.: 9h às 16h. Sáb. e dom.: 10h às 17h. Livre. Ingresso: R$ 10. Menores de 7 anos, pessoas com deficiência e sáb.: grátis.

Museu de Arte Contemporânea 

O MAC foi fundado em 1963, quando recebeu o acervo do antigo Museu de Arte Moderna. Sua segunda sede foi aberta em 2013, em frente ao Parque do Ibirapuera, no antigo prédio do Detran. Conta com obras de Picasso, Tarsila do Amaral e Kandinsky. Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, Parque do Ibirapuera. Ter.: 10h às 21h. Qua a dom.: 10h às 18h. Livre. Sempre grátis.

Museus

Museu de Zoologia da Universidade Estadual da São Paulo (USP)

Museu de Zoologia

Depois de quatro anos fechado para uma grande reforma, o Museu de Zoologia da USP reabriu suas portas para o público conhecer e entender mais sobre animais de diferentes espécies. Construído na década de 40, o local tem o térreo completamente ocupado com peças que vão de fósseis a animais empalhados (no processo tecnicamente conhecido como taxidermia), passando também por réplicas que lembram muito algumas criaturas cinematográficas. Av. Nazaré, 481 – Ipiranga. Qua. a dom., das 10h às 17h. Ingresso gratuito.

Museus

Museu dos Transportes

Museu dos Transportes

O museu guarda relíquias, como o primeiro bonde a circular no Brasil, em 1859, até o primeiro trólebus de fabricação nacional, produzido em 1960. Integram o acervo da instituição sete veículos, cerca de 1.500 fotos e 1.500 livros, além de móveis, objetos e documentos sobre a evolução do transporte urbano. Av. Cruzeiro do Sul, 780, Canindé.

Theatro Municipal

O principal palco de arte e cultura da cidade de São Paulo não é um museu. Mas fazer a visita guiada pelo interior da imponente construção, inaugurada em 1911, é uma viagem pela história e arquitetura da Capital. Praça Ramos de Azevedo, s/nº, Centro. Qua. a sáb., às 11h, 14h e 15h. Ingresso: grátis.

Rio de Janeiro museus

Museu Histórico Nacional

Criado em 1922, conta com um acervo de mais de 340 mil itens, entre eles, a maior coleção numismática da América Latina. Seu prédio abrigava o Forte de Santiago, na Ponta do Calabouço, um dos pontos estratégicos para a defesa da cidade do Rio de Janeiro. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro. Ter. a sex.: das 10h às 17h30. Sab., dom. e feriados: das 14h às 18h. Ingressos: R$ 10 e R$ 20 (ingresso família: 2 adultos e 2 estudantes). Grátis aos domingos.

Museus

Museu do Amanhã

Museu do Amanhã

Localizado na Praça Mauá, o Museu do Amanhã foi inaugurado em dezembro de 2015, após o término da reforma da praça. É um museu de ciências onde o público é convidado a examinar o passado, conhecer as transformações atuais e imaginar cenários possíveis para os próximos 50 anos por meio de ambientes audiovisuais imersivos, instalações interativas e jogos. Praça Mauá, 1. Centro. Ter. a dom., das 10h às 20h (a bilheteria funciona até às 17). Ingressos: R$ 20. Grátis às terças.

MAR – Museu de Arte do Rio

Também na Praça Mauá, ocupa dois prédios interligados, o Palacete Dom João VI, tombado e eclético, e o edifício vizinho, de estilo modernista. Inaugurado em 2013, o espaço conta com salas de exposição, multimídia e a Escola do Olhar, que integra arte e educação. Praça Mauá, 5, Centro. Ter. a dom.: das 10h às 20h (a bilheteria funciona até às 17h). Ingresso: R$ 20. Grátis às terças.

Museu Nacional de Belas Artes

Situado no centro histórico do Rio de Janeiro, o edifício de arquitetura eclética foi construído durante as modernizações urbanísticas realizadas pelo prefeito Pereira Passos, na então Capital Federal. Hoje é a instituição que possui a maior e mais importante coleção de arte brasileira do século XIX, concentrando um acervo de 70 mil itens entre pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, objetos, documentos e livros. Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia. Ter. a sex.: das 10h às 18h. Sab., dom. e feriados, das 12h às 17h. Ingresso: R$ 8. Grátis aos domingos.

Museu da República museus

Mais conhecido como Palácio do Catete, o Museu da República está sediado em um prédio que já serviu de residência para a Presidência da República. O acervo é composto por coleções que reúnem cerca de 10 mil objetos relativos à história da República no país. Rua do Catete, 153, Catete. Ter. a sex., das 10h às 17h. Sab., dom. e feriados, das 14h às 18h. Ingresso: R$ 6. Grátis às quartas e domingos.  

MAM-RJ 

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro hoje conta com um acervo de mais de 6.400 obras e dispõe de uma estrutura formada por salas de exposições e uma cinemateca. Av. Infante Dom Henrique, 85, Flamengo. Ter. a sex., das 12h às 18h. Sab., dom. e feriados, das 11h às 19h. Ingresso: R$ 14. Grátis às quartas.

MAC Niterói museus

O famoso disco voador de Niterói conta com  1.217 obras da Coleção João Sattamini e um conjunto de 369 obras formado a partir de doações de artistas que realizaram exposições no museu. Mirante da Boa Viagem, s/nº, Niterói. Ter. a dom.,das 10h às 18h. Ingressos: R$ 10. Grátis às quartas.

Biblioteca Nacional museus

Considerada pela Unesco uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo, é também a maior da América Latina. Com quase 200 anos de existência, a instituição ocupa um imponente edifício no centro do Rio inaugurado em 1910. As visitas ao conjunto arquitetônico e algumas salas do interior, bem como a visita guiada, são gratuitas. Av. Rio Branco, 219, Centro. Seg. a sex., das 10h às 17h. Entrada gratuita.

Real Gabinete Português de Leitura

Eleito em 2014 a quarta biblioteca mais bonita do mundo, o Real Gabinete tem sua fachada inspirada no monumental Mosteiro dos Jerônimos, dm Lisboa, e foi feita com pedras trazidas de navio de Portugal para o Rio. Em seu interior, a biblioteca parece cenário de filmes de época e guarda mais de 350 mil livros. Rua Luís de Camões, 30, Centro. Seg. a sex., das 9h às 18h. Entrada gratuita.

Museu da Seleção Brasileira museus

Abusando da tecnologia e interatividade, o museu conta toda a trajetória de sucesso da seleção brasileira e a relação de amor que o brasileiro tem com o futebol. Troféus, fotos, imagens e tecnologia de última geração fazem da visita ao Museu Seleção Brasileira uma experiência surpreendente e interativa. Avenida Luis Carlos Prestes, 130 – Barra da Tijuca. Diariamente, das 10h às 18h. Ingresso: R$ 10 (estudantes e maiores de 60 anos) e R$ 20 (adultos). Entrada gratuita para menores de 6 anos, pessoas com deficiência (com direito a dois acompanhantes) e professores da rede pública.

E mais…

Veja também no portal avŏsidade:

Um lugar para dar asas à imaginação

Estes nunca saem de moda

Para gostar de ler

Para os dias de chuva, ou mesmo para dias lindos, jogo da onça

Brincando se aprende a culinária brasileira

Aventura dos passarinhos diverte e ensina

Pra curtir com os netos, viagem de trem

Roteiro SP e RJ: brincadeira à moda antiga

Acompanhe o portal avŏsidade também no Facebook!

 

Denilson Oliveira é jornalista e colaborador assíduo do portal avŏsidade, e o neto do meio de dona Hilda e seu Inácio

Posts relacionados

*

Topo