Receita cantada, pipoca que não é de pular

Por Jorge Luiz de Souza

► Você já viu receita cantada? Pois vai conhecer uma agora e tem muitas mais ao seu dispor. As cantoras Celia e Celma, que são irmãs gêmeas, tiveram essa ideia ao lançar seu segundo livro de receitas bem brasileiras. O livro “Do jeitinho de Minas – Culinária regional”, de autoria das gêmeas, que são mineiras de Ubá (cidade natal de Ari Barroso), vem acompanhado do CD “Cantando receitas”, com 15 receitas bem humoradas para ouvir, cantar, danças e, é claro, saborear.

Aqui você tem o vídeo com uma receita que tem a cara da cozinha da vovó e do vovô, os “Biscoitos pipocas”, musicada em ritmo de marchinha de banda de circo. O disco tem também, por exemplo, a receita da “Canjiquinha com costelinha”, que é um xote, o “Tutu de feijão”, um samba, e o “Pé de Moleque”, uma moda de viola.

O livro tem texto de apresentação do cartunista e escritor de livros para crianças Ziraldo Alves Pinto e as orelhas são escritas pelo jornalista e crítico gastronômico J. A. Dias Lopes. Livro foi premiado no concurso Gourmand World Cookbook Awards, em 2006, na categoria Culinária Regional (esse prêmio, criado em 1995, esse um dos mais importantes do mundo em gastronomia e vinhos).

Célia e Celma Mazzei começaram a cantar quando ainda eram crianças, onde o pai delas era fotógrafo profissional e músico amador da banda da cidade. Depois foram estudar música no Instituto Villa-Lobos, no Rio de Janeiro. Nos anos 1990 elas participaram como atrizes da novela “Ana Raio e Zé Trovão”, da TV Manchete, na qual foram as personagens “Luminada e Luminosa”.

 

Serviço:
Livros
– “A Cozinha Caipira de Celia & Celma”, Editora Nova Fronteira, 1994
– “Do jeitinho de Minas – Culinária regional”, Editora Senac São Paulo, 2006
(em todas as livrarias do Brasil ou pelo e-mail celiaecelma@celiaecelma.com.br)

 

Acompanhe a canção:

 

Biscoito pipocas
(autores: Celia, Celma e Sergio Turcão)

Uma pipoca que não é de pular
pipoca é o biscoito que eu vou te ensinar

Você quebra cinco ovos inteiros
numa vasilha funda
e jogue dentro uma pitada de sal
e então bata só um pouquinho
ponha uma colher de álcool
e mexa em ligeirinho
pouco a pouco, misture farinha
até formar uma massa macia

Uma pipoca que não é de pular
é o biscoito gostoso que vamos provar

Faça biscoitinhos na pedra da pia, enrolando
com uma faca corte a massa em toquinhos
e numa frigideira com gordura quente
vá fritando, vá fritando e não se assuste:
os biscoitos ficam rachadinhos

Uma pipoca que não é de pular
é o biscoito gostoso que vamos provar

Depois de fritos ponha numa grande panela
e jogue em cima uma calda de açúcar bem grossa
mexendo três minutos até açucarar
há quem goste de regar com suco de limão
e se você puder esperar
deixe guardado, fechado por dois dias
e é só saborear!

Uma pipoca que não é de pular
é o biscoito gostoso que vamos provar

 

Jorge Luiz de Souza é jornalista e avô, gosta de cantar para os netos, mas é uma negação na cozinha

Posts relacionados

*

Topo