Vó Rita: alimentação saudável tem de começar cedo

Vovó Rita ressalta o valor da alimentação bem preparada para bebês e crianças, contrapondo-se ao enorme avanço da comida industrializada

Por Elisabete Junqueira e Jorge Luiz de Souza

● Entrevista com a autora de livros de receitas para crianças, vovó Rita Gargioni

 

► Formada em Gastronomia, com especialização na Suíça, vovó Rita descobriu, com a chegada dos netos, que podia dar uma boa ajuda para que eles tivessem uma alimentação saudável. Só não podia imaginar que seu trabalho iria repercutir tão bem.

Seus livros e seu site são um grande sucesso e ela mantém até mesmo cursos de culinária para crianças, mais motivando a alimentação saudável do que propriamente ensinando gente tão pequenina a cozinhar.

Mas ela consegue, com isso, formar uma nova geração com consciência da importância da alimentação bem preparada e dos ingredientes que não agridem a saúde, contrapondo-se ao enorme avanço da comida industrializada.

Rita de Cássia Gargioni nasceu em Santa Catarina e mora em São Paulo, tem três filhos e três netos: Isabela, de 6 anos; Gabriel, de 5; e Guilherme, que ainda é bebê de colo. Eles foram a motivação e a inspiração que a impulsionaram a fazer a série “Vovó, socorro!”

Tendo começado pensando apenas nos familiares e amigos, quando viu a dimensão que seu trabalho poderia alcançar não ficou no improviso e procurou ajuda para complementar o seu arco de informação, com a participação de um pediatra e uma nutricionista.

Rita-netos-770x513

Gabriel, Guilherme e Isabela, netinhos que inspiraram a vovó Rita a compartilhar as receitas de alimentação saudável

Sua primeira coleção de pequenos livros feitos para computador acabou se tornando um livro impresso intitulado “Vovó, socorro! Mamãe não sabe fazer papinha! (gostosa, claro…), uma bem humorada brincadeira com os apuros do neto do meio quando ele tinha seis meses de idade.

Logo se seguiu o título “Vovó, socorro! Agora quero as suas comidinhas”. E finalmente quando o neto estava para fazer cinco anos e ganhou o direito a pães e biscoitos, saiu com o volume “Vovó, socorro! Quero aprender a fazer suas gostosuras!!”

Nesta entrevista, a vovó Rita dá dicas preciosas e mostra por que faz tanto sucesso.

 

O livro das papinhas

No começo, eram apenas dicas para a nora que era mãe de primeira viagem

 

O segundo e o terceiro livros

Acompanhando o crescimento do neto, novas demandas e nova motivação

 

Avó não estraga o neto

A vovó Rita preza muito a rotina alimentar dos netos até consolidarem os hábitos

Pais rígidos, avós não

Avós têm a oportunidade de corrigir o excesso de rigidez com os filhos

 

Corrigindo hábitos arraigados

Experiência com a neta, mudando o costume alimentar com habilidade e paciência

 

O jeitinho da vovó

Avó precisa ser esperta para conquistar as crianças para a alimentação saudável

 

Cuidar a criança por dentro

Crítica aos pais que cuidam mais da decoração e vestuário do que da alimentação

 

Alimentação é saúde

Quesito mais importante no bebê e na criança é o que ele come, mais que educação

 

Demonstração de amor

Pais educam e avós demonstram o amor com cuidados para netos serem saudáveis

 

Vovó comida, vovô viagem

Cada avó ou avô deve formar seu elo com a criança naquilo que gosta sabe fazer

 

Elisabete Junqueira e Jorge Luiz de Souza são fundadores do portal avosidade e avós de Mateus, Sofia, Rafael e Natalia, e esperam mais um neto para daqui a poucos dias

Posts relacionados

*

Topo