Baobá Mais: filme, exposição e teatro

“Vermelho”, no palco do Teatro Tuca, tem Antonio Fagundes interpretando o icônico pintor Mark Rothko, e Bruno Fagundes, seu aprendiz

● Programa cultural

A Baobá Mais, empresa de curadoria de conteúdo e de experiências voltada ao público 50+, tem programação especial para o mês de outubro.

Se você gosta de cinema, não perca o bate-papo sobre o filme “Café Society”, com a especialista Juliana Sabbag dia 5 de outubro, das 16h às 17h30, no Lounge One do Shopping Iguatemi.

O encontro será uma oportunidade de saber mais sobre a obra, considerada pela crítica especializada como o melhor filme de Woody Allen deste século. Recém-lançado, o romance faz uma reconstituição impecável dos anos 1930 e trata das dores e dos dilemas do amor – questões sempre atuais e que provocam muita reflexão e troca de ideias e percepções.

Para Juliana, o filme é o mais romântico do ano. E, ao mesmo tempo em que é luminoso, leve e divertido, chega a ser perturbador. A inscrição custa R$ 150,00 e pode ser feita até 4 de outubro pelo site da Baobá Mais.

Para quem gosta de apreciar obras de arte, a dica é optar por uma visita guiada à mostra “Vanguarda brasileira dos anos 1960 – Coleção Roger Wright”. Será no dia 6 de outubro, das 11h às 12h30, na Pinacoteca de São Paulo.

Conduzida por Mirtes Marins de Oliveira, curadora, pesquisadora e professora de artes, a visita apresentará as obras e seu contexto.

Mais representativos

A exposição traz um recorte de 80 obras realizadas nas décadas de 1960 e 1970 no Brasil pelos artistas mais representativos da nova geração, do teor político e da explosão colorida do pop. Como Wesley Duke Lee, Claudio Tozzi, Antonio Dias, Cildo Meireles, Nelson Leirner, Raymundo Colares, Rubens Gerchman e Carlos Zilio.

A inscrição custa R$ 150,00 e pode ser feita até 5 de outubro no site da Baobá Mais.

Cena do filme “Café Society”, considerado pela crítica como o melhor filme de Woody Allen deste século

Prefere o teatro? Se assistir a uma peça já é incrível, imagine a experiência de poder visitar antes o camarim. E ver de perto o cenário e interagir com os atores antes de viver o espetáculo em si.

Dia 9 de outubro isso será possível na peça “Vermelho”, em cartaz no Teatro Tuca. E que traz Antonio Fagundes interpretando o icônico pintor Mark Rothko; e Bruno Fagundes, seu aprendiz.

A história revela a intimidade nascida do processo de criação do artista plástico. Ao final da peça ainda será possível participar de leilão de quadros pintados pelos atores em cena. A inscrição custa R$ 195,00 e pode ser feita até 8 de outubro.

Com o espírito de valorização do conhecimento, da troca de experiências e de manter a alma viva, a Baobá Mais oferece cursos, palestras e workshops sobre cultura, lazer e bem-estar desenvolvidos em parceria com especialistas.

A cada mês você poderá acompanhar a programação por aqui. Veja mais no http://baobamais.com.br/programacao.

Acompanhe o portal avŏsidade também no Facebook!

Posts relacionados

*

Topo