Brincando se aprende a culinária brasileira

O famoso tabuleiro a baiana tem várias iguarias bem arrumadas umas ao lado das outras e um lugar especial cabe ao bolinho de estudante, fácil de fazer. Quer ver?

● Bolinho de estudante

► Para dominar uma arte é preciso começar cedo. E, pra começar desde criança, só transformando em brincadeira. Então, que tal brincar com netos e netas fazendo juntos o bolinho de estudante?

Essa iguaria faz parte do cardápio da Baiana do Acarajé, cuja data anual acaba de ser comemorada, dia 25 de novembro, e foi reconhecida como patrimônio cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Chama-se Baiana porque é uma atividade que na origem é predominantemente feminina, mas a cada dia mais e mais homens estão nessa função. E tem acarajé no nome, mas o tabuleiro é rico em variedades, e entre elas tem o bolinho do nosso tema de hoje.

Essa especialidade culinária é considerada oficialmente como um bem cultural de nacional de natureza imaterial, e está aí para ser preservado e amplamente divulgado.

Esse cardápio já foi citado na literatura, como o romance O Sumiço da Santa, de Jorge Amado; na música de compositores como Ary Barroso e Dorival Caymmi, e até em um filme de Walt Disney, dos anos 1940, em que os personagens de animação Pato Donald e Zé Carioca contracenam com gente de verdade, no caso a cantora Aurora Miranda.

E aos poucos vai ficando mais conhecido em todo o país. Então, vamos aprender? A receita que vamos utilizar é da cozinheira Dadá, chef do restaurante Temperos da Dadá, citada no livro A Comida Baiana de Jorge Amado, de autoria de Paloma Amado, filha do escritor.

Bolinho-2-(770)

Ingredientes (para servir 10 pessoas)

Tapioca de caroço: ½ kg
Coco: 2 grandes
Sal: 1 colher (chá)
Açúcar: 1 xícara
Água morna: 4 copos
Óleo: o quanto baste para a fritura
Açúcar: mais 1 xícara para passar sobre os bolinhos
Canela: 1 colher de sopa

Preparo em 10 passos

1) Descasque o coco e bata no liquidificador com os 4 copos de água morna, até que fique bem moído.
2) Coloque o coco batido numa tigela, tempere com açúcar e sal. Prove o sabor e acrescente mais sal ou açúcar, se achar necessário.
3) Acrescente a tapioca de caroço e deixe inchar, até que fique macia e consistente.
4) Passe a manteiga na mão e enrole pedacinhos de massa, dando forma comprida aos bolinhos.
5) Passe os bolinhos em tapioca de caroço seca.
6) Numa panela funda coloque óleo para esquentar.
7) Frite os bolinhos em óleo quente até que fiquem amarelinhos.
8) Escorra em papel absorvente.
9) Misture a canela e o açúcar e passe aí os bolinhos já fritos.
10) Sirva ainda quente.

 

Posts relacionados

*

Topo