A Ilha do Vovô

A inevitável ausência de um ente querido é abordada com muita imaginação em um livro cujo enredo mistura amor e aventura para crianças

Por Jorge Luiz de Souza

Uma brincadeira para tratar de assunto muito sério

É um tema danado de difícil de abordar com as crianças, mas é inevitável. Com muita imaginação e o recurso da alegoria de uma ilha, esta história mundialmente premiada fala da ausência de um ente querido.

O livro saiu no Brasil pela Editora Salamandra. É um conto com lindas ilustrações que transporta o pequeno leitor ou ouvinte (é recomendado para crianças a partir de 5 anos) a uma ilha tão especial, que um dos personagens decide ficar por lá.

Os editores explicam que crianças têm naturalmente mais dificuldade do que um adulto para aceitar a perda de alguém especial. É difícil compreender o que acontece e mais difícil ainda conviver com emoções desconhecidas.

Em “A Ilha do Vovô”, essa inevitável ausência é retratada por meio de um enredo que mistura amor e aventura.

Ilha premiada

Foi escrito pelo britânico Benji Davies (que também é diretor de cinema). Com este livro, ele ganhou em 2015 os prêmios AOI World Illustration Awards, na categoria infantil, e Sainsbury’s Children’s Book Awards, na categoria Livro Infantil do Ano.

A versão em português é assinada por Janette Tavano. Com outro livro (The storm whale), Davies ganhou em 2014 o Prêmio Oscar de Primeiro Livro (Oscar’s First Book Prize).

Quem não quiser saber de antemão a história, pule este parágrafo e o próximo. O personagem é o menino Syd, que vai com seu avô para um lugar mágico, que tem como entrada, a porta de um velho porão.

 

Ilha

 

Encontram uma ilha tropical e uma cabana, fazem amizades com os animais e exploram cada pedacinho da floresta. É um lugar tão especial que o avô de Syd decide ficar ali para sempre. Mas será que o garoto voltará a ver o avô ou terá notícias dele?

A história apresenta uma mensagem de cumplicidade entre avô e neto e destaca a importância do respeito às pessoas mais velhas e à sabedoria que elas podem passar às novas gerações.

Projeto de leitura

A professora Clara de Cápua elaborou com base nesse livro, com coordenação de Maria José Nóbrega, um projeto de leitura muito interessante. Dizem as autoras que a leitura, quando não é estimulada no ambiente familiar, acaba sendo percebida pelas crianças como uma prática essencialmente escolar.

No entanto, se pais, avós, tios, padrinhos leem em voz alta com os pequenos e conversam a respeito do conteúdo lido, essas vivências ajudam as crianças a gostar de livros, aguçam a criatividade e diversificam sua experiência de mundo.

Elas criaram o programa “Leitura em família”, para proporcionar uma interação cada vez maior com os filhos e se integrar mais com a escola na missão de educar. No final do livro, é possível encontrar o link com sugestões para aproveitar o máximo desta obra em família.

Esse projeto propõe uma sequência de atividades que começam antes da leitura propriamente dita. É para introduzir os alunos no universo do livro, peça-lhes que comentem sobre as suas relações com os avós.

Dá também dicas para utilizar durante a leitura das as crianças, como fazê-las interagir com os adultos que leem para elas. E ainda tem um roteiro para depois da leitura, como a organização de rodinhas de conversa para compartilhar as impressões sobre a obra.

Chico Bento

Pouca gente se lembra, mas no Brasil esse tema tão delicado já foi tratado pelo cartunista Mauricio de Sousa. Em 1990, ele criou uma personagem nova chamada Mariana, que era irmã do Chico Bento, mas morreu ainda bebê.

Mas ela não abandona totalmente a família e volta a ser uma estrela no céu, brilhando forte para que eles saibam que é ela. Bem, já que comecei, vou contar o resto.

 

Ilha

 

Quinze anos depois, a história reaparece. É o aniversário de Chico Bento e Mariana vem à Terra para visitar o irmão. Chico diz que aquele foi o melhor aniversário da vida dele. E, quando Chico Bento fica adulto e se casa com Rosinha, Mariana renasce como filha deles.

Serviço

‘A Ilha do Vovô’
Editora Salamandra, 32 páginas
Preço sugerido: R$ 41,00

E mais…

Leia, brinque e cante com estes outros posts do portal avǒsidade:

Declaração de amor aos pequenos leitores

A fórmula da felicidade

Escritores precoces

É um livro ou um brinquedo?

Era “outra” vez a Pequena Sereia

Pequeno Cidadão faz música para ninar e dançar

 

Jorge Luiz de Souza é jornalista, editor do portal avǒsidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia e Andrew, e já conta nos dedos as semanas que faltam para chegar o sexto neto

Posts relacionados

*

Topo