Pra treinar ouvidinhos, a Sinfonia dos brinquedos

Por Jorge Luiz de Souza

{clique na imagem}

 

► Um ótimo começo para ouvintes pequeninos, a “Sinfonia dos brinquedos” na certa vai agradar. Composta há mais de 200 anos por Leopoldo Mozart, pai do mais famoso compositor da família, Wolfgang Amadeus Mozart, ela contém sons de matracas, pios (um tipo de apito que imita o canto dos pássaros) e muito mais. Uma diversão!

Você assiste aqui ao primeiro movimento da sinfonia, numa interpretação bem jovem e brasileira, da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul, no Concerto de Outono de 2013, sob a regência do maestro Telmo Jaconi, gravada no dia 27 de março daquele ano no Teatro Bruno Kiefer, Casa de Cultura Mario Quintana, 27-03-13, Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Preste atenção e você vai conseguir ouvir, além da catraca, os sons dos pios de rouxinol e de cuco, e ainda duas trombetas de brinquedo e um tambor, porque também há um soldadinho de brinquedo na história. A peça é tocada em todas as épocas como atrativo para o público infantil, mas também é frequentemente incluída nos concertos da época natalina.

Leopold Mozart também foi um importante compositor e instrumentista (tocava violino), além de professor de música. Só dois filhos deles escaparam da mortalidade infantil (até 1 ano de idade), que era elevada na época, mesmo num país como a Áustria (a família vivia em Salzburgo).

Além do filho prodígio Wolfgang, a filha Maria Anna (que ficou conhecida pelo apelido de Nannerl) foi uma pianista que se também destacou desde criança. Leopold viajou por vários países exibindo seus filhos músicos, mas ainda achou tempo para compor outras sinfonias, concertos, serenatas e música sacra.

Apesar de abençoada com tanto talento em casa, a família Mozart se extinguiu nos netos de Leopold, e, sem herdeiros, a autoria da Sinfonia dos brinquedos chegou a ser atribuída a outros autores, como o também muito famoso Joseph Haydn e um desconhecido monge beneditino do Tirol chamado Edmund Angerer. Porém, os historiadores mais recentes em geral confirmam a autoria de Leopold.

 

[imagem da home avosidade] Aquarela da família Mozart em turnê pela Europa por volta de 1763: Leopold ao violino, Wolfgang ao cravo e Nannerl no canto, pintura de Carmontelle

Jorge Luiz de Souza é jornalista e avô, e também gosta de música

Posts relacionados

*

Topo