Que novidade tem o Carnaval das novas gerações?

Por Jorge Luiz de Souza

 Uma combinação perfeita: velhas marchinhas com jeito de novidade

► O Carnaval é uma festa adorada pelas crianças. E com a nova moda do Carnaval de Rua e versão mais comportada, a participação infantil ganhou novo fôlego. Mas os sucessos que mais agradam à criançada, por incrível que pareça, são as marchinhas de antigamente…

Tem também o atrativo das fantasias com paetês, do glitter, da purpurina, dos confetes e serpentinas, ah, a tradição vivíssima nas novas gerações.

O portal avŏsidade, no seu primeiro Carnaval, apresentou a você uma novidade, os personagens da Turminha da Floresta, e agora aproveita pra relembrar outras marchinhas famosas com essa turminha com um vídeo novo.

Vamos relembrar quem são eles: Miss Cunhatã (uma índia ainda menina), o Zé Caboquinho (um menino do interior), o Pintado (êpa, é uma onça!) e Rosinha (ah, um boto cor-de-rosa). Deu pra ver que são personagens da Amazônia? Sim, é o Carnaval bem brasileiro que chega aos pontos mais distantes deste país imenso.

Esses personagens inspirados em tipos que existem de verdade na floresta amazônica também se apresentam em shows, têm DVDs, já ilustraram publicações desde revistas em quadrinhos a livros infantis.

Foram criados por Herbert Sousa e Augusta Abtibol, de Manaus. Eles trabalham com entretenimento infantil na região Amazônica e tiveram a ideia de se apresentar com uma personalidade própria, inspirada na realidade local.

Vamos então nos aquecer para o Carnaval com a Turminha da Floresta?

Acompanhe as “novas” marchinhas novidade

 

Aurora
Autores: Mário Lago e Roberto Roberti

Se você fosse sincera
Ô ô ô ô Aurora
Veja só que bom que era
Ô ô ô ô Aurora

Se você fosse sincera
Ô ô ô ô Aurora
Veja só que bom que era
Ô ô ô ô Aurora

Um lindo apartamento
Com porteiro e elevador
E ar refrigerado
Para os dias de calor
Madame antes do nome
Você teria agora
Ô ô ô ô Aurora

 

Taí
Autor: Joubert de Carvalho

Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração

Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração

Meu amor, não posso esquecer
Se dá alegria faz também sofrer
A minha vida foi sempre assim
Só chorando as mágoas que não têm fim

Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração

Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração

Essa história de gostar de alguém
Já é mania que as pessoas têm
Se me ajudasse Nosso Senhor
Eu não pensaria mais no amor

 

Chiquita Bacana
Autores: Braguinha e Alberto Ribeiro

Chiquita Bacana lá da Martinica
Se veste com uma
Casca de banana nanica

Chiquita Bacana lá da Martinica
Se veste com uma
Casca de banana nanica

Não usa vestido, não usa calção
Inverno pra ela é pleno verão
Existencialista (com toda razão!)
Só faz o que manda o seu coração

E mais…

Veja também no portal avŏsidade:

De repente, o Carnaval está chegando

Vamos botar os blocos infantis na rua!

Vovó Sueli é nota 10 no quesito bateria

Monossílabas de peso

Musical dá vida aos bichos e encanta famílias

 

 

Acompanhe o portal avŏsidade também no Facebook!

 

Jorge Luiz de Souza é jornalista, editor do portal avǒsidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew e Thomas

Posts relacionados

*

Topo