A Turma da Mônica como você nunca viu

Por Elisabete Junqueira e Jorge Luiz de Souza

● Jovens artistas se inspiraram na turminha e recriaram 13 personagens

► As 23 versões supercriativas da Turma da Mônica que formam esta galeria, além da beleza, têm outra função importante. Fazem parte de uma iniciativa para incentivar e encorajar meninas a manifestarem sua arte. A ideia é de Mônica Sousa, diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções.

Ela é filha do cartunista Mauricio de Sousa. Quando era criança, inspirou o pai a criar a personagem de quadrinhos Mônica e sua turma.

Agora, 23 jovens artistas, muitas ainda meninas, se inspiraram nessa turminha e recriaram 13 personagens. São a Magali, Rosinha, Marina, Bonga, Dorinha, Tati e várias outras. As obras utilizam técnicas diversas, que vão do bordado ao grafite.

Primeira galeria da Mônica
Segunda galeria
Donas da Rua

A Mônica-personagem, que é uma menina forte e uma heroína nata, funcionou como ponto de partida para a Mônica-pessoa criar um movimento de defesa dos direitos das meninas, o projeto Donas da Rua.

“As Donas da Rua estão em todo lugar, em toda menina, em toda mulher”, diz Mônica Sousa. É um projeto sem prazo determinado, que está comemorando um ano de atividades sob o lema “Seja sua própria heroína”.

O projeto é uma continuação de outras iniciativas que ela já vem fazendo faz tempo. Por exemplo, desde 2007, a personagem Mônica é embaixadora da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). É assim que ela defende os direitos das crianças e adolescentes.

Para Mônica Sousa, mostrar exemplos de mulheres que acreditaram em suas capacidades é uma maneira de inspirar outras Donas da Rua a persistir em seus sonhos e a batalhar por oportunidades iguais.

As 23 versões

O coletivo Clube do Bordado bordou Dorinha, personagem inspirada na educadora Dorina Nowill. Dorina foi a criadora da Fundação que tem seu nome, dedicada à inclusão social das pessoas com deficiência visual. Por isso, Dorinha tem miçangas, linhas, minipérolas e pompons para ser admirada pelo tato e ser tocada pelo público.

Outras peças da coleção têm seus detalhes próprios. A ilustradora Marcella Tamayo imaginou uma Mônica que brinca, rala o joelho e nunca perde a majestade. Ana Lage uniu Bonga e a rapper Karol Conka para mostrar o poder das mulheres negras. Simone Siss imaginou uma Cascuda coberta de todas as suas cores.

“É uma honra poder fazer parte de um projeto que aproxima artistas e mostra para as novas gerações que mulheres podem estar em todas as áreas de atuação, mas, principalmente, que nenhum sonho é impossível”, diz Mary Cagnin, que pintou Rosinha em seu primeiro dia na Faculdade de Veterinária.

E mais…

Veja também no portal avǒsidade a entrevista com o cartunista, avô e bisavô Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica:

Mauricio de Sousa, o maior formador de leitores do Brasil


 

Elisabete Junqueira e Jorge Luiz de Souza são fundadores do portal avǒsidade e avós de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew e – surpresa! – mais um que chega em setembro

Posts relacionados

*

Topo