Vovó Vavy: ser avó é ser criança com criança, ser jovem com jovem

Jovem
Vovó com as netas Clara e Alice, em Paris, onde elas moram, e outros moram na Costa Oeste americana – fica difícil reunir todos

Por Elisabete Junqueira e Jorge Luiz de Souza

● Entrevista com a escritora e avó Vavy Pacheco Borges

 

Ela é uma escritora e historiadora renomada, mas como avó está fazendo muito sucesso com um livro que não escreveu. Nesse caso, apenas preparou as molduras das páginas para que cada avó escreva as suas memórias para os netos.

 

Vavy Pacheco Borges tem quase 80 anos e  12 netos, que têm entre 4 e 29 anos. Já passou pela experiência de ter neto pequeno, jovem e adulto. É autora do best seller “O que é história”, da Coleção “Primeiros Passos”. Descendente de uma família paulista “quatrocentona”, em seu mestrado teve como orientador ninguém menos que Sérgio Buarque de Holanda.

Escreveu obras memoráveis sobre a controvertida relação de Getulio Vargas com os paulistas. “São Paulo é a única capital do Brasil que não tem uma importante e central Avenida Getulio Vargas”, afirma. Ganhou notoriedade pesquisando a Revolução Constitucionalista de 1932 e preparando uma biografia de Getulio Vargas. Agora, vai lançar a biografia do cineasta Ruy Guerra.

Memórias

Mas quando fala da relação com os netos, mostra sua melhor forma. Foi ela quem trouxe par o Brasil uma inovação surgida na Inglaterra e a adaptou para a situação local. É o álbum “Memórias de uma avó”.

[ABRA O ÁLBUM DE FOTOS]

(para o carrossel começar a girar, clique uma vez em uma das setas laterais da foto)

 

“Memórias de uma avó” tem 188 páginas “em branco”, só com uma “moldura” em cada página, cada uma diferente da outra. É para cada avó colocar ali o que quer deixar para os netos em sua narrativa própria.

Essa dica para você, avó, preparar sua obra para posteridade (leia-se, para os netos), ela conta em detalhes e conta muito mais na entrevista. A seguir, 12 vídeos (um para cada neto dela) com os principais trechos da entrevista.

capa-album-memorias-de-uma-avo

Entrevista

Cavalinho
Ser avó é ser criança com criança, ser jovem com jovem

“Eu sou uma avó que tenho 12 netos, de 29 anos a…
…muito up to date com o que está acontecendo.”

 

Modernizando
Geração cinemeira agora tem netos e acompanha séries

“Eu gosto de ouvir o que eles falam…
…quando estou com ele eu me entrego completamente.”

 

Limitações
Ter netos não é melhor que ter filhos, temos limites

“Não vou dizer como eu ouço alguns amigos…
…limitado na educação deles.”

 

Modelo de avó
A família hoje é moderna, mas tento ser avó como foi minha avó

“E a minha avó materna…
…é o mesmo modelo que eu tento.”

 

Legado
Exemplo para os netos é o entusiasmo pela vida

“Ah, isso foi meu marido quem me ensinou…
…o que pega mesmo é o exemplo.”

 

Valores
Virgindade, honestidade, simplicidade, tudo mudou

“Quase que todos os valores…
…o valor que você não viveu não adianta falar.”

 

Álbum
Adaptação para a realidade brasileira de uma ideia inglesa

“Então, aí eu bolei uma coisa…
…foi uma riqueza isso.”

 

História
Álbum é para quem tem prazer em preservar sua narrativa

“Eu acho que pegou muito bem…
…essas que vão utilizar esse livro.”

 

Memórias
Um livro em branco para cada avó escrever o que lembrar

“É o livro da vovó…
…ou finge lembrar.”

 

Emoção
Entre gerações se passa o sangue tanto quanto o amor

“Eu me lembro quando nasceu minha primeira neta…
…e o neto, a mesma coisa.”

 

Espontaneidade
Com as crianças menores não é preciso conter carinho e amor

“As pessoas estão cada vez mais viradas para o…
…ela ainda não tem uma censura.”

 

Lições
Ensinamentos da vida para passar aos filhos e netos

“Perceba que dentro de você tem…
…sabe lá o que ele passou?”

 

Elisabete Junqueira e Jorge Luiz de Souza são fundadores do portal avǒsidade e avós de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia e Andrew

Posts relacionados

2 Comentários

  1. Bernadeth De Lourdes Moreno Moreira said:

    Excelente comentários sobre netos. Eu tenho 4 netos: Gabriel, com 14 anos; Emanuel, com 10 anos; Lucas, com 6 anos; e Manoel Arthur, com 3 anos. São minha alegria, amo ser avó!!!

  2. Miquelina said:

    Amei, estou assistindo apenas os primeiros videos e, nossa, é luz, é afeto compartilhado, é gratidão sempre… namastê…

*

Topo