Vovó, Vovô e os Tempos Modernos

A intenção das autoras foi revelar avós ativos e participantes da vida dos netos, numa relação sem barreiras e muito divertida

Por Jorge Luiz de Souza

Três livros feitos para serem lidos em conjunto por avós e netos

Saiu o terceiro livro da série que faz sucesso na aproximação de gerações porque foram concebidos para serem lidos para crianças de até 6 anos, mas não por um adulto qualquer, e sim pelos que tiveram o privilégio de se tornarem avós E, é claro, avós modernos, que também conheceram os outros tempos.

A coleção foi criada pelas escritoras Maria Eliza de Lamboy e Nilza Siqueira. “Para os avós, a convivência com os netos, além do afeto, os mantém conectados com novas ideias”, diz Maria Eliza. Nilza acrescenta que igualmente importante “é o fato de os avós passarem para os netos histórias sobre o passado, enriquecendo o repertório das crianças”.

E o novo livro chega com o aplicativo “Seguindo os conselhos da vovó”, já lançado para os sistemas Android e IOS. A coleção tem os seguintes livros:
– volume I – Seguindo os conselhos da vovó – a vovó aparece incentivando hábitos saudáveis;
– volume II – Imaginação é com o vovô – o vovô abre as portas da criatividade e imaginação, encantando os netos;
– volume III – Vovó, vovô e os tempos modernos – avós lidam com a tecnologia, aprendem com os netos e mostram como atividades eram feitas no passado, sem a internet, os smartphones e os computadores.

Tempos

As avós e avôs retratados nos livros estão sempre sintonizados com um fato reconhecido pela ciência: os mais velhos contribuem com as novas gerações e o apoio dos avós é muito valioso na criação das crianças.

Pesquisa científica tempos

Esse tema foi objeto de pesquisa no Boston College, dos Estados Unidos, em um estudo que durou 19 anos. Foram observados 374 avós e 366 netos com o objetivo de entender a influência dessa convivência. Os resultados publicados em 2014 revelaram que os dois lados se beneficiam desse relacionamento.

Segundo as escritoras, outras pesquisas mostram, entre outros aspectos positivos, que a relação avós-netos pode ajudar a diminuir sintomas depressivos para ambas as partes. Elas explicam que é importante os avós serem, transformando a leitura em fio condutor de uma interação com as crianças.

Tempos

Sugerem aos avós acolher as perguntas e observações que os netos fizerem ao longo da leitura das histórias. A atividade de ler para os netos, amigos dos netos e crianças em geral, dizem elas, promove o contato afetivo, o desenvolvimento intelectual e o estímulo à leitura.

Com sua experiência no assunto, as autoras dão as seguintes dicas:
– antes de começar a leitura, mostre o livro para a criança e não se incomode se ela se interessar inicialmente só pelas ilustrações;
– o leitor e as crianças devem ser acomodados de maneira que todos possam acompanhar as páginas do livro, visualizando as imagens da história;
– dê atenção às perguntas que as crianças fazem durante a leitura e também aproveite a oportunidade de provocar a criança com questões como “qual comidinha da vovó que você mais gosta?”
– explore outros aspectos, além da leitura com perguntas como “vamos ver quem escreveu o livro?” ou “quem será que fez os desenhos?”

A resposta é: as ilustrações são de Alexandre Matos. Ele cuidou de mostram a diversidade dos personagens e explica que as ilustrações abordam aspectos da vida como organização, respeito, sustentabilidade e hábitos saudáveis.

As autoras tempos

Maria Eliza de Lamboy tem 68 anos e Nilza Siqueira, 67. Estudaram Biologia na Universidade de São Paulo (USP), mas há 4 décadas se dedicam a escrever livros para crianças, ao magistério e também escrevem livros didáticos. Juntas, desenvolveram o amor pela ciência e educação. Com a chegada dos netos e sobrinhos-netos, surgiu a inspiração para esta coleção de três livros.

 

O aplicativo traz um joguinho para celular que incentiva a criança a valorizar a organização. No final de cada volume da coleção, há uma página para atividade em que a criança é convidada a fazer um desenho e enviar por e-mail para ser publicado na página do Facebook da coleção.

Então. Então. Então. Então. Então. Então. Então. Então. 

Então. Então. Então. Então. Então. Então. Então. Então.

E mais…

Leia, brinque e cante com estes outros posts do portal avŏsidade:

Narizinho, quase centenária, rejuvenesce

Cartas de Manu para os amigos imaginários

12 livros infantis para ler com os avós

A Ilha do Vovô

Declaração de amor aos pequenos leitores

O livro ideal conforme a idade da criança

É um livro ou um brinquedo?

Então.

Então.

Acompanhe o portal avŏsidade também no Facebook!

 

Jorge Luiz de Souza é jornalista, editor do portal avǒsidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew e Thomas

Posts relacionados

*

Topo