Como é o Natal em outros países

países
Embora cada parte do mundo celebre o Natal à sua maneira, os países têm algo em comum: o espírito de paz e alegria pelo nascimento de Jesus

Por Denilson Oliveira

 Do bacalhau às procissões, maneiras especiais de celebrar o Natal

A noite de 24 de dezembro é igual para quase todas as famílias do Brasil. Avós, pais, filhos, irmãos, primos e amigos se reúnem para celebrar o nascimento de Jesus Cristo. Mesa farta para a ceia e troca de presentes fazem parte da nossa tradição. Mas será que outras culturas comemoram a data da mesma forma? O portal avŏsidade ficou curioso e pesquisou como o Natal é festejado em outros países. Confira!

Portugal países

Na terrinha, a maneira como os patrícios celebram a data é bastante parecida com a nossa. Na noite do dia 24, as crianças colocam um sapatinho na beira da janela à espera do presente que será entregue por Papai Noel. Para a ceia, sai o nosso tradicional peru natalino e entra o clássico das mesas portuguesas: o bacalhau. O bolo-rei, um pão recheado com frutas e um presente surpresa (geralmente um anel), faz a festa dos convidados. Quem comer a fatia premiada terá que preparar o quitute no próximo ano.

França países

Para os franceses, Natal também é época de reconciliação. Portanto, na semana em que se festeja o nascimento de Jesus, é muito comum visitar algum desafeto e pedir perdão por algo que tenha acontecido. A amizade é festejada com um forte abraço e um cálice de vinho. Em Paris, a ceia tem ostras, foie gras e espumante. Très chic!

Itália

Brincar com os presentes do Papai Noel na manhã de Natal? Nada disso! A celebração do nascimento de Cristo tem seu gran finale em 6 de janeiro, Dia de Reis. À meia-noite, as crianças esperam a chegada de uma figura mística chamada La Befana, uma bruxa que traz presentes para quem se comportou bem e castigos para quem foi levado o ano todo.

Inglaterra países

Na Inglaterra, as crianças deixam bolachas, pedaço de bolo de Natal e um copo de leite para o Papai Noel na noite de 24 de dezembro, mesma data em que vão de porta em porta cantando músicas natalinas e pedindo dinheiro para a caridade. A vizinhança vai se juntando e carregando lanternas. A comemoração mesmo e a troca de presentes ocorrem no dia 25, com um almoço, e o feriado se estende até o dia 26.

Rússia

A maioria dos russos frequenta a igreja ortodoxa. Portanto, o Natal é comemorado no maior país do mundo no dia 7 de janeiro. A explicação é fácil: em 1582, os líderes religiosos da Rússia não aceitaram a reforma promovida pelo Papa Gregório, que criou o calendário Gregoriano e corrigiu a defasagem de 13 dias que havia entre as datas e a mudança das estações. Assim sendo, os ortodoxos celebram pelo calendário Juliano, criado por Júlio César em 45 a.C.

Estados Unidos

No Natal norte-americano, os presentes são abertos na manhã de 25 de dezembro. A reunião da família ocorre na hora do almoço, quando é servido o tradicional peru. Uma brincadeira muito popular é o elefante branco: em vez de sortear o amigo secreto, as pessoas levam presentes, colocam debaixo da árvore e decidem uma ordem para a escolha dos pacotes. Os participantes podem optar por “roubar” um presente que já foi escolhido.

México

Entres os dias 16 e 24 de dezembro, são realizadas as Posadas, procissões que simbolizam o caminho feito pelos pais de Jesus antes do menino nascer. Os participantes vão de casa em casa pedindo abrigo até serem recebidos por alguma família. A piñata é um grande enfeite cheio de doces que fica pendurado na árvore. As crianças batem com uma vara para furá-la e comer os doces que estão dentro. Tudo isso com os olhos vendados.

China países

O costume de se comemorar o Natal ainda é novo na China. Algumas pessoas montam árvores em suas casas, decorando-as com enfeites feitos de papel, como flores e lanterninhas. As crianças penduram meias na sala e ficam à espera do Papai Noel, chamado de Dun Che Lao Ren (homem velho do Natal). Em Hong Kong, a data é celebrada com o Ta Chiu, uma cerimônia de renovação e paz. Uma das tradições é queimar uma lista com os nomes dos moradores da região, na esperança de que o papel chegue até o céu.

Japão

O Natal não costuma ser comemorado pela população majoritariamente budista e xintoísta. A saudação para a data é Merii Kurisumasu, que significa Feliz Natal. As crianças recebem presentes do Papai Noel, conhecido por lá como Santa Kuroosu. Nas escolas, há uma troca de presentes. Mas não como no amigo secreto: lá, os pacotes vão rodando de mão em mão enquanto uma música é tocada. Quando a canção para, o presente que estiver na mão é seu.

 

E mais…

Veja também no portal avŏsidade

Dona Hilda, Seu Inácio e o neto do meio

Criancinhas fazendo bonito no Natal

É Natal, então bate o sino

O presentão de Natal do avǒsidade: Nicette Bruno

Vó Rita: Natal delicioso com os netos

Dra. Elizabeth Monteiro: Natal une ou divide as famílias?

Acompanhe o portal avŏsidade também no Facebook

Denilson Oliveira é jornalista e colaborador assíduo do portal avŏsidade, e o neto do meio de dona Hilda e seu Inácio

Posts relacionados

*

Topo