Conversa de vo

Desigualdades de gêneros, recompensa de ser avó, problemas de família…

Se você pensa que para uma mulher a ascensão profissional conflita com a vida familiar e o convívio com filhos e netos, precisa ver o exemplo da entrevista desta semana com uma avó que venceu obstáculos para reduzir as desigualdades de gênero no trabalho sem deixar de, no devido tempo, se tornar uma vovozinha como as de antigamente. E, no final de tudo, se sentir recompensada. Imperdível a entrevista que você assiste em curtos vídeos no canal vo fala.

E temos novamente a palavra da nossa especialista em psicologia familiar, que desta vez aborda uma relação bastante complicada em grande parte das famílias: os conflitos entre cunhadas. A autora não perde tempo falando das boas cunhadas – “essas merecem o céu”, diz ela –, mas usa toda a sua experiência para ir direto onde há problemas de relacionamento. Você certamente terá algo a aprender com ela no canal vo escreve.

Lápis

E o sempre atraente canal das homenagens aos antepassados, o neto curte vo, volta a estrelar as peripécias de uma avó, desta vez com uma personagem inesquecível que ficou viúva muito cedo, mas deu conta de criar os filhos e ainda viu a neta mais velha morar com ela, deixando um amplo legado de admiração que essa neta guarda até hoje, uma história de amizade e afeição, um convívio que proporcionou muitas histórias aqui contadas com alegria.

Continuando com nosso repertório de cantigas para crianças, temos nesta semana uma pesquisadora com mais de 40 anos dedicados a reunir brincadeiras tradicionais oriundas da tradição indígena, portuguesa e africana, formadoras da identidade cultural brasileira, só que ela é também cantora e compositora e apresenta uma linda canção ao mesmo tempo em que dá uma aula sobre cantigas de ninar para todos os avós. Para se deliciar no seu canal vo canta.

E temos ainda o nosso espaço de brincadeiras sempre construtivas. Porque pode parecer mera brincadeira ficar imaginando os questionamentos que os bichos fariam, se tivessem essa capacidade, mas, para uma veterinária criativa, essa foi a maneira de motivar crianças e também os educadores a refletir sobre os efeitos das ações humanas sobre o ambiente em que as gerações futuras viverão. Não perca no canal vo brinca.

Obrigado pela visita e continue conosco.

 

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Jorge Luiz de Souza

Jornalista, editor do portal avosidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew, Thomas e Cecilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.