Conversa de vo

Por que avosidade

 

avosidade” surgiu da vontade de compartilhar as alegrias e os dilemas da condição de avós, e da constatação de que dispomos de centenas de meios que tratam das relações entre pais e filhos, mas praticamente nada sobre avós e netos.

Netos, todos somos, mas cada vez em menor número. A maternidade e a paternidade também diminuíram com o tempo, mas a avosidade parece prosperar contra a corrente, pelo aumento da longevidade e a explosão do número de famílias formadas por recasamentos, que geram muitos avós pra poucos netos.

Quadro-Nuno-770

Que faremos para aproveitar de forma plena esta fase tão particular da vida? Como reaprender a nos colocar? Todos concordam em ceder o lugar de titulares que cabe indubitavelmente aos pais e assumir a posição de coadjuvantes? Bem, coadjuvantes também ganham Oscar…

Este espaço está aberto a todos, avós e netos, e também os que estão no meio dessa relação trigeracional. Para quem quer colaborar e para quem quer interagir. É um espaço para exercitar nosso lado infantil, mas também pra muito papo sério.

Começamos em um domingo, Dia dos Avós (que na verdade não é uma data móvel, como os Dias das Mães e dos Pais, e só por coincidência este ano cai num domingo). Vamos atualizar o conteúdo todos os domingos, sempre com informação inédita e exclusiva.

Obrigado pela visita e continue conosco.

 

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Jorge Luiz de Souza

Jornalista, editor do portal avosidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew, Thomas e Cecilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.