Diversão

O ‘manto’ flamenguista que aquece muitos corações

O Hino popular do Flamengo, de Lamartine Babo (clique na imagem)

O Hino popular do Flamengo, de Lamartine Babo (clique na imagem)

 

► Com todo respeito e sem qualquer intenção de influenciar o time do coração do neto, porque isto é prerrogativa dos pais, o canal de música do ‘avosidade’, onde você já está habituado a sempre encontrar novas cantigas para os avós cantarem com os netos, entra no clima futebolístico e substitui a fórmula costumeira pelo hino da torcida que comemorou seu dia em 28 de outubro – a torcida flamenguista.

O Dia do Torcedor Flamenguista, na cidade do Rio de Janeiro, faz parte do calendário oficial por Lei Municipal desde 2007. Por que foi escolhido esse dia? Assim como os nomes de lugares no Brasil são quase sempre palavras das línguas indígenas, a datas comemorativas são inspiradas na religião do colonizador europeu. E 28 de outubro é o dia de São Judas Tadeu, padroeiro do Flamengo (não confundir, porém, com o Dia do Flamengo, que é 17 de novembro, data que não tem relação com nenhum santo, pois é o aniversário de fundação do clube).

Bem, a homenagem não pode faltar, mas, de fato, São Judas não parece muito empenhado este ano. No concerto dos padroeiros das torcidas, só São Jorge está atingindo a meta e dando sossego à horda corintiana. Na outra ponta, São Januário parece ter abandonado completamente seus seguidores vascaínos. E, justiça seja feita, Nossa Senhora de Lurdes não descuidou da torcida atleticana de Minas.

O problema é que 2015 está ficando marcado mundialmente pelos enormes movimentos de refugiados de vários países em guerra, e aí a torcida do Flamengo sai na frente, inovando com a criação da Fla-Refugiados, que já é um sucesso.

Não é brincadeira, não! São apenas uns 30 torcedores, a maioria originária da República Democrática do Congo, mas foram oficialmente reconhecidos pelo clube como torcida organizada.

E não é só isso: a Cáritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro, que tem longo histórico de apoio aos refugiados estrangeiros acolhidos no Brasil, encaminhou dez deles para uma seleção de emprego na rede de lojas oficiais que comercializam a marca do time e todos foram contratados, tudo isso às vésperas do Dia da Torcida Flamenguista.

O hino
Quanto ao hino, este vídeo não contém o hino oficial do clube, mas o seu hino popular, que é o mais difundido. Foi composto por Lamartine Babo, que não era flamenguista, e sim torcedor do América do Rio. Nos anos 1940, ele compôs este hino para o Flamengo, que logo se tornou popular. Nos anos seguintes ele também compôs hinos para seu time do coração e também para o Fluminense, o Vasco e o Botafogo, todos também hoje bastante conhecidos.

Neste vídeo, o hino popular do Flamengo é interpretado pela menina Fernanda, em gravação de Alessandro Freitas e postado no ClipYouTube.

 

Vamos acompanhar:

 

Hino popular do Flamengo

Autor: Lamartine Babo

Uma vez Flamengo
Sempre Flamengo
Flamengo sempre eu hei de ser
É o meu maior prazer
Vê-lo brilhar Seja na terra
Seja no mar
Vencer, vencer, vencer
Uma vez Flamengo
Flamengo até morrer

Na regata ele me mata
Me maltrata, me arrebata
Que emoção no coração
Consagrado no gramado
Sempre amado, o mais cotado
No “Fla-Flu é o Ai, Jesus”
Eu teria um desgosto profundo
Se faltasse o Flamengo no mundo

Ele vibra, ele é fibra
Muita libra já pesou
Flamengo até morrer eu sou

 

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Jorge Luiz de Souza

Jornalista, editor do portal avosidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew, Thomas e Cecilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.