Diversão

Todo mundo tem um sonho

A cigana Zamara, com seu acordeón, o jumento inteligente Roucinol, o Mago Alfredo e o macaco Zimbo recriam o universo dos velhos circos

► A música dos circos mambembes é inconfundível, e não vai morrer tão cedo porque tem muita gente cuidando desse sonho. E o público comparece, sim senhor! Agora, o circo ressurge com toda a sua pompa, uma vez mais. Um grupo de artistas que são referência em teatro comunitário no Brasil, o Pombas Urbanas, apresentam o espetáculo “Todo Mundo Tem Um Sonho”, no Sesc Bom Retiro, em São Paulo, com uma pitadinha adicional: é de graça.

Vai ser no dia 12 de novembro, sábado, às 16h30, na Praça de Convivência do Sesc Bom Retiro. A proposta é fazer um resgate das origens do circo-teatro no Brasil, recriando o universo das antigas companhias mambembes. Segundo o grupo teatral, com uma linguagem interativa e envolvente. Tudo muito musical e com a participação do público, como nos velhos circos.

Vamos contar um pouco dessa história: o espetáculo narra as aventuras do Mago Alfredo, que sonha com uma companhia de circo, mas não sabe onde encontrar os artistas. Em suas andanças, ele vê nascer uma linda menina cigana e um menino lavrador que deseja aprender o truque de mágica que o fará desaparecer.

Na história as crianças crescem, o menino vira mágico e se casa com a menina, que se tornou vidente. Viajando pelo Brasil, numa carroça puxada pelo jumento inteligente Roucinol, eles encontram Zimbo. É um macaquinho de circo que está perdido na floresta. Juntos os quatro formam uma família diferente, unida pelo sonho e amor à arte.

O Pombas é um grupo de teatro que nasceu na periferia de São Paulo em 1989, fez sucesso e muitos anos depois voltou à sua origem “com um projeto que acabou virando um centro cultural, com biblioteca, cursos infantis e para adultos, artesanato e música”, comenta Adriano Mauriz, um dos integrantes do grupo.

Esse espaço é hoje o principal cartão postal de Cidade Tiradentes, o bairro mais populoso da Zona Leste da cidade de São Paulo. Tornou-se ponto de encontro de diferentes grupos artísticos e moradores. A bibliotecária Cleidioneia de Oliveira, que é moradora antiga do bairro, diz que “não é porque é periferia que a qualidade diminui, ao contrário, sempre podemos acompanhar peças com qualidade e conteúdo”.

 

Serviço
Sesc Bom Retiro – Alameda Nothmann, 185, Bairro de Campos Elíseos, São Paulo
Livre e grátis
Duração: 60 minutos
Informações: 11 3332-3600 / www.sescsp.org.br/bomretiro

Ficha Técnica
Texto: Lino Rojas
Direção: Paulo Carvalho Jr.
Elenco: Adriano Mauriz (Xavier), Juliana Flory (Cigana Zamara), Marcelo Palmares (Zimbo), Marcos Kaju (Roucinol e Mago Alfredo).

 

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Jorge Luiz de Souza

Jornalista, editor do portal avosidade e avô de Mateus, Sofia, Rafael, Natalia, Andrew, Thomas e Cecilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.