Saúde

Dr. Beny Schmidt: depois de um ano tão difícil…

Nossos pensamentos possuem mais poder do que imaginamos, diz o autor, que propõe uma pausa natalina na preocupações, embora merecidas

● Palavra de especialista

 

► Depois de um ano tão difícil, podemos tornar esse réveillon, e sobretudo o Natal, o mais doce possível, para anunciar um 2017 feliz.

Dizem que nossos pensamentos possuem muito mais poder do que imaginamos. Sendo assim, vamos todos nos esquecer de pensar no mal e passar um bom Natal.

No lugar de destruir pessoas e políticos, por mais que mereçam, vamos pensam em construir novas ideias que qualquer ser humano tem.

Vamos criar um belo jardim em cada estação desse ano.

A todos um Feliz Ano Novo.

 

Sobre o Dr. Beny Schmidt

Beny Schmidt é chefe e fundador do Laboratório de Patologia Neuromuscular da Escola Paulista de Medicina e professor adjunto de Patologia Cirúrgica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Ele e sua equipe são responsáveis pelo maior acervo de doenças musculares do mundo, com 12 mil biópsias realizadas. E ajudaram a localizar, dentro da célula muscular, a proteína indispensável para o bom funcionamento do músculo esquelético – a distrofina.

Possui larga experiência na área de medicina esportiva. J realizou consultorias para a liberação de jogadores no futebol profissional e atletas olímpicos. Foi um dos criadores do primeiro Centro Científico Esportivo do Brasil, atual Núcleo de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica (Reffis), do São Paulo Futebol Clube, e do Cecap (Centro Esportivo Clube Atlético Paulistano).

Em 2016, recebeu o registro de qualificação de Especialista em Neurologia. Com isso, tornou-se o único médico que acumula os títulos de patologista e neurologista fora da Europa (apenas um médico na Europa também acumula estes dois títulos).

Seu livro mais recente, “O Médico”, a ser lançado em novembro de 2016, conta casos reais e inusitados. Em que o especialista conseguiu, de forma surpreendente, dar esperança a pacientes já sem força e vontade de viver. O livro é uma apologia à medicina humanista e tem como principal objetivo gerar uma reflexão entre os médicos brasileiros.

A inspiração veio do livro “O Homem que Confundiu sua Mulher com um Chapéu”. Nesse livro, o cientista e neurologista Oliver Sacks transforma casos clínicos em artefatos literários.

O Dr. Beny Schmidt é filho do médico Benjamin José Schmidt, responsável por introduzir no Brasil o “teste do pezinho”.

 

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Dr. Beny Schmidt

Médico, cientista e avô

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.