Saúde

Dr. Fabio: ciência não tem partido

O autor alerta que é preciso ter orientação adequada, informação de boa procedência e desacreditar de drogas comprovadamente inúteis

 Palavra de especialista: a desinformação gera doença

Em nosso último post enfatizamos a necessidade de manter corretamente atualizada a vacinação de crianças. Não aludimos especificamente a alguma vacina, assim como não fizemos menção às vacinas contra a Covid-19. Todos sabem atualmente, em função da importância deste tema, que crianças, felizmente, têm poucos ou nenhum sintoma quando infectadas. Partido.

Mesmo por isso praticamente não se fala em vaciná-las. Mas, e isso é muito importante: mesmo sem sintomas elas podem transportar o vírus e contagiar os próximos. Como pai, mãe, avô e avó, e bisavós para os que ainda têm o prazer desta convivência! E esses constituem exatamente os grupos de maior risco!

Felizmente, para os mais idosos está se abrindo a oportunidade de iniciar a vacinação. Infelizmente, temos visto e ouvido uma série de comentários absolutamente sem sentido quanto a receber a vacina e, pior, quanto a escolher qual delas!

“Vacina chinesa, nunca! Pode haver transferência de algo tipo vírus de computador para o meu corpo e serei monitorado à distância! Pode modificar meu DNA (mesmo que eu não saiba bem o que é isso…)!” E assim vai…

Fundamental:

Ciência não tem partido! Vacina chinesa não é comunista, assim como vacina feita nos Estados Unidos não é capitalista!

Para os que não sabem: o Brasil tem um programa de imunizações invejável, com uma infraestrutura que deve ser aproveitada ao máximo! É criminoso, neste momento, não fazer isso!

Tantos, que hoje começam essas discussões estéreis, já levaram seus filhos para vacinar contra uma série de doenças, com vacinas que têm componentes feitos na China, na Índia, no Brasil, nos EUA etc.!

Nunca se ouviu nenhum argumento desse tipo antes, nunca alguém mudou de gênero ou de sexo por isso, ou virou algum animal!

Apelo ao bom senso

Por isso, pensando nos idosos que estão em risco a cada beijo que dão em seus netos, fazemos um apelo ao bom senso. Deixem de acreditar em drogas que já foram demonstradas inúteis!

Entendam que a ciência, que não tem partido, que já inventou a bomba atômica e fez morrer tantos, também já descobriu tantas vacinas que fizeram com que a humanidade sobrevivesse a momentos tão graves como hoje.

Discutir se vacinar é bom ou não, deve ser considerada prova de perigoso atraso intelectual e emocional.

Protejam-se contra o vírus e contra a falta de conhecimento!

Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois.

Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois.

E mais…

Veja também no portal avosidade:

https://avosidade.com.br/dr-fabio-calendario-vacinal-sim-ou-nao/

https://avosidade.com.br/dr-fabio-avos-e-netos-em-tempo-de-pandemia/

https://avosidade.com.br/dr-fabio-ancona-apoiar-sem-interferir/

https://avosidade.com.br/dr-fabio-criancas-avos-e-pets-pode/

https://avosidade.com.br/dr-fabio-ancona-os-alimentos-e-o-sono/

Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois.

Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Então. Pois. Então.

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook e no Instagram!

 

Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Dr. Fabio Ancona Lopes

Médico com experiência de mais de 50 anos de exercício da Pediatria e especialização em Nutrologia; é professor titular aposentado da Disciplina de Nutrologia do Departamento de Pediatria da Universidade Federal de São Paulo; é autor do livro “Avós e Netos – uma forma especial de amar – manual de convivência”, além de ser também um avô muito experiente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *