Saúde

Soroterapia e qualidade de vida

● Tratamento intravenoso semanal substitui comprimidos diários

A autora é geriatra e especializada em tratamentos alternativos que influenciarão o futuro da medicina ocidental

Suplementar vitaminas, minerais, antioxidantes e aminoácidos por meio de aplicação direta na veia. Isso é o que propõe a soroterapia, uma técnica que injeta substâncias no sangue por meio de um soro.

Muitas pessoas sofrem com as mais variadas deficiências no organismo, por isso, médicos indicam tratamentos para que essas necessidades sejam supridas, o que muitas vezes significa ter que ingerir dezenas de comprimidos diariamente.

No caso da soroterapia, toda essa medicação pode ser concentrada em apenas uma dosagem semanal, garantindo melhor absorção e menos efeitos colaterais como diarreia, dores de cabeça, dentre os mais comuns.

Ressalto que o tratamento intravenoso pode ajudar muito em casos de alzheimer e parkinson, entre outros males comuns da terceira idade. A soroterapia pode melhorar a qualidade de vida do paciente que não responde mais às medicações tradicionais.

É possível melhorar muito os sintomas. Quando ingerimos essas substâncias de forma oral, é comum que nosso corpo não as absorva completamente.

Portanto, a inovação na soroterapia é justamente sua forma de aplicação e a garantia de que o corpo irá absorver todos os componentes de forma mais satisfatória.

Os soros são indicados de acordo com as necessidades de cada paciente.

Um soro por semana x 10 cápsulas ao dia

Antes dessa prescrição, o paciente passa por uma bateria de exames, inclusive hormonais, para que o especialista entenda quais são as substâncias que precisam ser repostas em seu organismo.

Além de poder conter uma série de medicamentos para controlar doenças crônicas, a Soroterapia pode repor aminoácidos, vitaminas e minerais por meio intravenoso, o que evita perdas das substâncias no estômago ou intestino.

Ela é muito eficaz para substituir a terapia ortomolecular: em vez do paciente tomar 10 cápsulas ao dia, toma um soro por semana. O tratamento tem a capacidade de travar o estresse oxidativo, desinflamando o organismo.

A técnica é indicada para uma série de doenças e situações, que vão desde o tratamento de depressão e ansiedade até o aumento de massa muscular.

Também pode ser indicada para pessoas de todas as idades, auxiliando no processo de emagrecimento por meio da injeção de substâncias que aceleram o metabolismo.

Pode também ajudar no fortalecimento de cabelos e unhas, até mesmo revertendo a queda capilar pós-covid.

Alguns soros têm a função detox, para eliminar as impurezas do organismo.

Por isso, temos pacientes jovens que fazem a terapia toda segunda-feira, para reverter os efeitos nocivos da ingestão de álcool e má alimentação do final de semana.

Sobre a autora

A Dra. Márcia Umbelino dos Santos mantém consultórios no Rio de Janeiro, onde iniciou sua atuação profissional.

Enquanto era acadêmica, pertenceu aos quadros do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital do Andaraí e Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

Em razão da formação junto a pacientes carentes dos mais variados recursos (sobretudo financeiros), dedicou-se nos anos seguintes à busca pelo conhecimento em tratamentos alternativos que sejam eficazes sem a necessidade de medicamentos custosos.

Entre suas especialidades estão Clínica Médica, Geriatria, Medicina Ortomolecular e Medicina Tradicional Chinesa.

 

 

E mais…

Veja também no portal avŏsidade:

Dra. Ana: estímulos cognitivos e Alzheimer

Por que qualidade de vida é tão importante?

Dra. Ana: cuidados essenciais com os idosos

Dra. Ana: população idosa e o isolamento

O movimento como remédio

Síndrome do cuidador

Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois.
Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então. Pois. Então.
É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É.
É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi.
É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi. É. Oi.
[. .]
Acompanhe o portal avosidade também no Facebook, Instagram e podcast+!

Dra. Márcia Umbelino dos Santos

Médica com mestrado em Auriculoterapia e pós-graduada em Geriatria, Medicina Tradicional Chinesa, Ortomolecular e Tratamento da Dor

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.